Visão Geral do Aero Boero AB-115

O Aero Boero AB-115, de fabricação argentina, é atualmente a aeronave de instrução (trainer) mais utilizada em todo o país. Trata-se de uma aeronave do tipo "tanden", podendo transportar um aluno no assento dianteiro e um instrutor no traseiro.

O AB-115 é uma aeronave mono-plano de asa alta, semi-cantilever, mono-motor, tendo sua estrutura feita em tubos de aço soldados, com algumas partes em alumínio e fibra de vidro. Seu revestimento é feito em tela com tratamento anti-corrosivo. Seu trem de pouso é fixo, do tipo convencional.

Por ser uma aeronave de asa alta, trata-se de um avião extremamente dócil, apresentando grande vocação "trainer". É uma aeronave leve e de desempenho satisfatório para o uso em instrução.

Sua velocidade de cruzeiro é em torno de 90 milhas terrestres (statute miles) por hora, podendo chegar a, no máximo, 137 milhas por hora. Sua velocidade de estol "limpo" é de 52 milhas por hora. "Full", essa velocidade passa a ser de 43 milhas por hora.

Sua potência é de 115 HP (daí o nome AB-115). Sua autonomia é de 5 horas. O fator de carga máximo é de 3,8 G com flaps recolhidos e de 2,0 G com flaps baixados. O "G" negativo máximo é de -1,52 G.

O Aero Boero está homologado para o vôo VFR diurno, sem condições naturais de formação de gelo. Não é permitida a realização de manobras acrobáticas, tal qual o "parafuso", "looping" e outras que produzam fator de carga negativo.

 

Cabine

A cabine do Aero Boero AB-115 é muito simples. Apresenta instrumentos básicos necessários para situação de vôo visual diurno e um aparelho de rádio VHF.

O comando é feito através de uma alavanca situada no assoalho da aeronave. Tal alavanca está presente tanto na frente como na parte traseira (assento do instrutor).

É na cabine também onde se localiza o reservatório do fluido de freio, debaixo do assento dianteiro e o acesso ao bagageiro, onde está localizada a bateria da aeronave, atrás do assento traseiro.

A figura abaixo mostra os principais elementos contidos no cabine de comando do Aero Boero AB-115:

Asas e Superfícies de Comando

As asas do Aero Boero AB-115 são do tipo alta e semi-cantilever, sendo o AB-115 uma aeronave do tipo monoplano.

As asas do AB-115, diferente da fuselagem, é toda feita em metal (alumínio). Estas são montadas sobre dois suportes, fixados na parte inferior da fuselagem. As pontas da asa são de fibra de vidro, e sua estrutura é feita de montantes e longarinas de aço, nervuras de madeira e tirantes de cabo de aço.

Quanto as superfícies de comando, as primárias (ailerons, leme de direção e profundores), todos são do tipo convencional, acionados por cabos de aço, roldanas e guinhóis. Os ailerons são totalmente metálicos, enquanto o leme de direção e profundor, tal qual a fuselagem, são feitos de tubos de aço revestidos de tela.

As superfícies de comando secundárias (compensador e flaps) também são acionadas mecanicamente. O compensador através de uma alavanca no lado esquerdo da cabine, e os flaps através de uma alavanca de 4 posições (0º, 15º, 30º e 45º) localizada no teto da aeronave.

Empenagem

A empenagem do Aero Boero AB-115 é totalmente feita por tubos de aço revestidos em lona envernizada e com tratamento anti-corrosivo. É nela onde estão localizados o profundor e o leme de direção da aeronave.

No profundor está localizado o estabilizador da aeronave. Este é comandado de dentro da cabine, a fim de reduzir o peso na alavanca de comando durante as descidas e subidas.

Motor e Sistemas

O motor do Aero Boero AB-115 é um Avco-Lycoming O-235-C2A, de 115 HP a 2800 RPM. Trata-se de um motor de quatro cilindros horizontalmente opostos, refrigerado a ar. Utiliza um carburador Facet MA-3PA e dois magnetos Slick 4250.

Seu sistema de ignição é muito simples, constituido somente por uma bateria de 12v e 35Ah, um alternador Prestolite de 12v e 60Ah, um regulador de voltagem Nosso, também de 12v e 60Ah e um starter Lycoming de 12v. Possui também uma chave eletromagnética Bendix, que desconecta automaticamente a bateria em caso de sobrecarga.

Seu motor é alimentado por gasolina de aviação, de octanagem mínima de 80/87 octanas, podendo utilizar gasolina com octanagem máxima de 130 octanas. Esta gasolina fica armazenada em tanques de alumínio fixados nas raízes das asas, possuindo seletoras individuais. A capacidade total dos tanques é de 115 litros, dos quais apenas 105 são utilizáveis. O nível do combustível pode ser verificado através de dois visores tubulares de vidro, localizados na parte superior da cabine (vide figura abaixo). O consumo do motor é de 20 litros por hora, logo a sua autonomia máxima é de 5 horas.

O sistema de lubrificação é do tipo "cárter molhado", possuindo uma bomba de engrenagem que distribui o óleo pelo motor. A temperatura é controlada por uma válvula termostática, que regula o fluxo de óleo que passa pelo radiador. O reservatório de óleo possui uma capacidade de 5,7 litros, sendo 4,0 litros o mínimo de óleo necessário.

indicador.JPG (9792 bytes)

 

Hélice

A hélice do Aero Boero AB-115 é uma Sensenich, modelo 72CK-O-50, de metal, com passo fixo.

Trem de Pouso e Freio

O trem de pouso do Aero Boero AB-115 está disposto na posição convencional, ou seja, duas rodas a frente e uma bequilha atrás.

As rodas dianteiras estão fixadas a fuselagem por meio de três pontos: dois articulados e outro preso através de um amortecedor de mola.

Os freios, localizados nas rodas dianteiras, atuam de forma independente, a fim de permitir movimentos de curva. Este sistema é composto por dois cilindros mestres, um para cada roda, sendo supridos por um único reservatório de óleo, situado debaixo do assento dianteiro

 

 

Bequilha

Por ser uma aeronave do tipo convencional, a bequilha do Aero Boero AB-115 está localizada na parte traseira da aeronave, logo abaixo do leme de direção.

O comando da bequilha (vide figura abaixo) dá-se através dos mesmo pedais que comandam o leme de direção. A mesma pode ser destravada, passando a possuir um movimento livre.

Asas e Superfícies de Comando

As asas do Aero Boero AB-115 são do tipo alta e semi-cantilever, sendo o AB-115 uma aeronave do tipo monoplano.

As asas do AB-115, diferente da fuselagem, é toda feita em metal (alumínio). Estas são montadas sobre dois suportes, fixados na parte inferior da fuselagem. As pontas da asa são de fibra de vidro, e sua estrutura é feita de montantes e longarinas de aço, nervuras de madeira e tirantes de cabo de aço.

Quanto as superfícies de comando, as primárias (ailerons, leme de direção e profundores), todos são do tipo convencional, acionados por cabos de aço, roldanas e guinhóis. Os ailerons são totalmente metálicos, enquanto o leme de direção e profundor, tal qual a fuselagem, são feitos de tubos de aço revestidos de tela.

As superfícies de comando secundárias (compensador e flaps) também são acionadas mecanicamente. O compensador através de uma alavanca no lado esquerdo da cabine, e os flaps através de uma alavanca de 4 posições (0º, 15º, 30º e 45º) localizada no teto da aeronave.

Fuselagem e Estrutura

O Aero Boero AB-115 é uma aeronave que apresenta estrutura do tipo tubular, formada por tubos de aço soldados, possindo também partes em alumínio e fibra de vidro.

Seu revestimento é feito em tela envernizada, anti-corrosivamente tratada à base de cromato de zinco, que protege a estrutura de aço da aeronave.

As dimensões da aeronave são de 10,38 metros de evergadura, 7,23 metros de comprimento e 2,05 metros de altura máxima (vide figura abaixo).

 

O Aero Boero 115 é um avião monomotor, monoplano, asa alta, trem de pouso fixo convencional, de construção mista, com acomodação para dois ocupantes.

Produzido na Argentina, é atualmente um dos modelos mais utilizados para instrução básica pelos Aeroclubes brasileiros.

Ficha Técnica:

Principais características da aeronave :


Voltar