Passos Básicos

                
ASSEMBLÉE - Reunido, juntado - Passo de allegro. O assemblée pode ser Devant, Derrière,Dessous, Dessus, En avant, En arrière, En tournant, Battu ou Assemblée soutenue, Petit assemblée ou Assemblée de coté.

COUPÉ - Cortado. Um passo de ligação para transferir o peso do corpo de uma perna para outra; basicamente consiste apenas em colocar um pé no chão enquanto se levanta o outro.O bailarino traz o pé esquerdo, que pode estar em extensão ou perto do outro para substituir o direito, que levanta ligeiramente e toca o tornozelo esquerdo. Como passo de allegro é feito com pequenos saltos para a troca do peso.

ENTRECHAT QUATRE - Termo provavelmente originado do italiano capriola intrecciata, ou seja, cabriola cruzada. Um salto de quinta posição no qual o que o bailarino, no ar, cruza as pernas uma, duas, ou três vezes. No entrechat quatre, six e huit o bailarino cai de volta sobre as duas pernas; no entrechat trois, cinq e sept ele cai de volta em cima de uma perna só, a outra ficando em coupé derrière ou devant. O entrechat deux é conhecido como changement battu ou royal.

FOUETTÉ - Do termo francês Fouetté (chicote). Grande diversidade de passos, tanto da barra, de adágio e de allegro, denominados fouetté. Em princípio, fouetté é todo movimento seco (chicoteado) executado pela perna, ou pela perna e corpo, quando este faz um movimento virando para o lado contrário da perna.

PAS COURU - Corrido. É o pas de bourrée couru. Passo em que a bailarina parece deslizar, fazendo uma série de pequenos passos nas pontas, com as pernas juntas em quinta posição. Pode ser feito também no lugar, quando então a bailarina gira sobre um ponto, ou ainda, com as pernas em 1a posição, caminhando para a frente, ou para trás. É também na escola russa Vaganova um pas de bourré preparatório para grandes saltos.

PAS DE BOURRÉE - Bourrée é o nome de uma dança folclórica das províncias de Auvergne e Berri. Sua conexão com o pas de bourrée do ballet clássico é obscura, tendo sido introduzido, com certa estilização, por alguns coreógrafos contemporâneos. É um passo de locomoção, em geral com três movimentos das pernas, feitos em qualquer direção. Existem vários pas de bourrée diferentes: Pas de bourrée devant, derrière, devant com o pé de trás, derriére com o pé da frente, dessous, dessous com o pé da frente, dessus, dessus com o pé de trás, piqué, en avant, en arrière, a 4 et 5 pas, en première, couru, renversé, en tournant, ouvert - ou couru (RAD).

PAS DE BASQUE - Passo de basco. Passo cujo nome indica sua origem. Foi introduzido no ballet clássico por Maria Camargo (1710 - 1770). Pode ser glissé (deslisado) ou sauté (saltado), en avant (para a frente) ou en arrière (para trás).

PAS DE CHAT - Passo de gato. Passo em que o bailarino, começando da quinta posição e estando em demi-plié na perna de sustentação, levanta a perna de trás num retiré e pula lateralmente sobre a perna levantada, ao mesmo tempo que levanta a outra em retiré e fechaquinta no demi-plié.

SISSONE - Passo de allegro. É sempre um salto em que as duas pernas saem do chão ao mesmo tempo, caindo sobre uma só, fechando a outra depois (Ao contrário do assemblé, que sai de uma para cima de duas).

JETÉ:
o Petit jeté - É um pequeno salto alternado numa perna e na outra, sendo que a perna que está fora do chão fica em posição de cou-de-pied devant (petit jeté devant) ou derrière (petit ¡eté derrière).
o Grand jeté - O grand jeté derrière é igual, porém com a atitude derrière. Tanto um como outro podem ser executados sobre o mesmo ponto ou com deslocamento do corpo para frente ou para trás.
o Jeté fermé - (Segundo o sistema de Mme. Vaganova) É um passo executado lateralmente, que pode ser changé ou sans changér.
o Jeté passé - Preparação em degagé croisé en arrière com a perna esquerda; posé sobre a perna esquerda em demi-plié, enquanto a direita levanta atrás, dar um salto para cima, jogando a esquerda atrás em arabesque e cair sobre a direita em demi-plié enquanto a esquerda fica atrás em atfitude (ou arabesque). Este passo é em geral feito em séries, em diagonal; sempre executado com deslocamento do corpo para frente.
o Jetés battements - (RAD) É mais um exercício para agilidade técnica. Executado no centro, como parte de allegro.
o Jetés elancés - É o grand jeté en avant executado com o salto em extensão, ou seja, em vez do salto ser para cima deve ser mais para frente, a baixa altura. Em geral este passo é executado com um pas de bourréeen tournant ou um coupé precedendo-o.

PAS BALANCÉ OU PAS DE VALSE - Balanceado. É um passo balanceado em ritmo de valsa.O bailarino dá um passo ao lado com uma perna, trazendo a outra para trás desta, com o joelho meio dobrado e a meia ponta no chão; em seguida transfere o peso do corpo para a perna de trás e, logo em seguida, para a da frente, sem mudar a posição de ambas.
Pode ser feito, também, cruzando-se a perna em frente ou dando-se o passo para a frente ou para trás, em vez de para o lado.

PAS DE BOURRÉ - E Bourrée é o nome de uma dança folclórica das províncias de Auvergne e Berri. Sua conexão com o pas de bourrée do ballet clássico é obscura, tendo sido introduzido, com certa estilização, por alguns coreógrafos contemporâneos. É um passo de locomoção, em geral com três movimentos das pernas, feitos em qualquer direção. Existem vários pas de bourrée diferentes, a saber:
o Pas de bourrée devant
o derrière
o devant com o pé de trás
o derriére com o pé da frente
o dessous
o dessous com o pé da frente
o dessus
o dessus com o pé de trás
o piqué
o en avant
o en arrière
o a 4 et 5 pas
o en première
o couru
o renversé
o en tournant
o ouvert - ou couru (RAD)

ARABESQUE - Lit. - Arabesco. Palavra originária do árabe, significando ornamento. Posição na qual o peso do corpo é sustentado numa só perna enquanto a outra encontra-se esticada para trás, geralmente no ar (podendo, também, estar pousada no chão) e com os braços dispostos de maneira harmoniosa.
Esta posição apresenta variações, tais como:
1.. o pé que sustenta o corpo pode estar totalmente apoiado no chão, na meia ponta, ou na ponta;
2.. a perna que sustenta a pose pode estar ou não flexionada;
3.. a posição do corpo pode estar alongada (allongée), ou inclinada (penchée);
4.. também os braços sofrem alterações, sendo eles que determinam as qualificações dos arabesques.

TEMPS LEVÉ - Tempo levantado. Um temps levé consiste de um salto para cima e a volta para o mesmo lugar, sempre sobre uma perna só, com a outra em qualquer posição (na figura em coupe derrière); como em qualquer passo de salto inicia-se com o demi-plié e também termina com o demi-plié.

PAS BALLOTTÉ - Sacudido. O ballotté consiste de um coupé (em geral sauté) e de um develloppé, na frente ou atrás; em geral é feito em séries, ou seja, na frente e atrás, podendo, porém, ser executado ao lado, e en croix, com ou sem o salto, apenas com uma subida na meia ponta, como passo de adágio na barra ou no centro.
Preparar em degagé en arrière com a perna esquerda. Fechar 5ª com um salto (ou na meia ponta) e quando cair em demi-plié sobre a perna esquerda, abrir a direita em frente num developpé, o corpo ligeiramente inclinado para trás. Este é o ballotté dessous (RAD ou devant Vaganova). No ballotté dessus (RAD ou derrière Vaganova) feito a seguir, fecha-se a perna que estava em frente, num salto, em retiré no ar, caindo sobre a perna direita no demi-plié e abrindo a esquerda atrás em developpé.

-Na barra-

Grand battement fouetté: 5a , posição direita na frente; battement devant a 90° de altura, movimentar a perna até a segunda, na mesma altura, de forma seca e rápida, como um chicote; mesmo movimento até arabesque, sempre sem mudar a altura da perna, e de novo até segunda,fechando em seguida 5a atrás. Começar en dedans. Pode ser feito também sem fechar quinta, começando imediatamente o movimento atrás, ao lado em frente e ao lado; como também pode ser feito en quart, ou seja, dividido em 4, fechando 5a depois de cada um, quer dizer, na frente ao lado, fecha 5a em frente; ao lado, atrás, fecha 5a atrás; em frente, fecha 5a em frente.

Battement frappé fouetté: Saindo de 5a posição a bailarina levanta a perna direita ao lado a 45° de altura. Na contagem "1" da música, dobra a perna num movimento seco e rápido, até o pé ficar na frente da perna de sustentação, à meia altura desta; abrir de novo ao lado e repetir o movimento atrás: Pode ser feito no fondu ou com um relevé.

Fouetté simples: Exercício preparatório na barra: 5a posição direita na frente. Developpé aolado, subir na meia ponta e vírar o corpo (fouetté) de frente para a barra (conseqüentemente a perna que estava em segunda, com o movimento do corpo, fícou em arabesque - este movimento do corpo é o fouetté em sí), fechar 5a atrás. O fouetté completo é executado com o developpé em frente e a meia volta do corpo, ficando a perna em arabesque.
O movimento inverso, ou seja, a virada do corpo para o lado da perna, é chamado ROTAÇÃO.Por exemplo, quando a perna está em arabesque e se faz uma meia volta com o corpo sobre a pernade sustentação, para o corpo ficar de frente para a outra perna, terminando em quarta devant a perna na mesma altura.

Fouetté rond de jambe en tournant: Este movimento deve ser ensinado na barra, sem girar o corpo, como exercício preparatório - antes de ser executado no centro, na meia ponta ou ponta.

En Dehors: A figura mostra o passo completo feito no centro iniciado de uma preparação em 4a posição, com uma pirueta en dehors como primeiro movimento antes do fouetté em si, que quase sempre é feito em séries. 4a posição, direita atrás - uma pirueta. Ao chegar en face developpé na frente a 45° com demi-plié, abrindo o braço esquerdo ao lado e mantendo o braço direito na mesma posição (isto é, 1ª posição); leva a perna em fouetté até segunda posição, ao mesmo tempo que abre o braço direito ao lado e que a perna de sustentação faz relevé, e imediatamente dobrando o joelho da perna direita ao lado, fazendo um rond de jambe en I'air (trás e frente da barriga da perna) num movimento seco e rápido, girando o corpo como numa pirueta o braço abre ao lado e fecha primeira posição ao mesmo tempo que a perna faz o rond de jambe ao chegar en face novamente, abaixaro calcanhar da perna de sustentação e repetir o movimento completo em séries.
O mesmo princípio invertido para o fouetté rond de jambe en dedans.
Na escola russa Vaganova a perna abre o developpé diretamente à la seconde (e não à frente) assim como os dois braços que também abrem a la seconde simultaneamente.
No Centro, como adágio - Fouetté: 5a posição direita em frente ouverte (ou effacé); developpé devant, braços em terceira posição; lentamente virar sobre a perna de sustentação até atingir o primeiro arabesque (este movimento é o fouetté em si); fechar 5a atrás e repetir do outro lado.
Pode ser feito também com um relevé na segunda para virar arabesque na meia ponta e terminar no demi plié (veja figura) quando então se chama fouetté relevé.
Este mesmo fouetté executado com um salto em vez do relevé é um fouetté sauté.

Grand fouetté sauté en tournant: - Este mesmo passo pode ser executado com um salto em vez do relevé.
Observação: O passo que antecede o fouetté pode ser outro que não um grand battement; do momento que se tem a perna no ar em 4a devant, o fouetté pode ser executado. Esta observação refere-se ao fouetté simples relevé ou sauté.