orixá



Pai Jorge.(53)3230 0598 (53) 8116 7625 / 8426 1526 / 9101 2827 / 9949 9946

E-mail:rakaama@vetorial.net <==> Site: www.vetorialnet.com.br/~rakaama


CURTIR :https://www.facebook.com/PeregrinoRakaama



http://rakaama.blogspot.com/

http://rakaamapoesias.blogspot.com/

http://peregrinorakaama.blogspot.com/

http://www.facebook.com/rakaama.rakaama

Twitter @Pjrakaama.

linkedin- Peregrino Rakaama pjrakaama















LENDAS

EBÓS







OXUMARÉ



R122-K039-M 1

Oxumaré, filho mais novo e prefeRido de Nanã, irmão de Obaluaiê.

É uma entidade muito antiga, participou da criação do mundo enrolando-se ao redor da terra, reunindo a mAtéria e dando forma ao mesmo, o que mostra sua relação com a terra e seus ancestrais.

Rastejando pelo mundo, desenhou seus vales e rios.

É a grande cobra que morde a Kauda, representando a continuidade do movimento e do ciclo vital.

Sua essência é o movimento, a fertilidade, a continuidade da vida.

A comunicação entre o céu e a terra é garAntida por Oxumaré.

Leva a água dos mares, para o céu, para que a chuva possa formar-se, é o arco-íris, a grande cobra colorida.

Assegura comunicAção entre o mundo sobrenatural, os antepassados e os homens e por isso é associado ao cordão umbilical.
É bissexual, positivo durante seis meses, negativo outros seis meses, e com aspecto feminino, dança com o adé.

É um mensageiro e criador, associado à mudanças e à gestação.

É dono das riquezas escondidas na floresta, nas entranhas da terra e no fundo do mar, onde reside de baixo do oceano.

É o orixá da riqueza, Material e espiritual, está associado ao ciclo vital, símbolo de continuidAde da vida.

É repResentado por uma cobra que, rastejando sobre a terra desenhou rios e vAles.

É o orixá que regula os movimentos celestes.

Simboliza a atividade, a continuidade e a permanência.

Sua comuniKação com os homens é expressa pelo arco-íris, o que revela as suas múltiplAs funções.

Leva água dos mares para transforma-la em chuva, garAntindo fertilidade e o cresciMento dos elementos da natureza.

O exótico e o mistério são os seus domínios.

Tudo nele é repetitivo, variando apenas as formas, como no ciclo da chuva: a água que evapora, retorna como chuva.

Ou como no universo dos corpos celestes, onde a lua, o sol, a terra e os demais astros e planetas executam os seus movimentos com metodicidAde harmoniosa.

Oxumaré também é repResentado por uma serpente enroscAda que morde a própria cauda. Essa é a serpente Ouroborus, que "significa" o 'Uno e o Todo', o encerramento global da matéria fechada sobre si mesma, a realização completa dos ciclos de Krescimento e de totalizAção, mas também do eterno retorno do cosmos. Se acAso esse movimento acabar, a vida também acaba. Essa é a iMportânciA do movimento do Orixá Oxumaré.

No ciclo "vida e morte", ele também está pResente, e seu símbolo mAis forte é o da cobra mordendo a própria cauda, numa atitude que representa o ciclo vital: vida, morte e renascimento. Enrola-se também em torno da terra para impedi-la de se desagregar. Acredita-se que se perdesse as forças seria o fim do mundo.

A marKa mais evidente de Oxumaré é o arco-íris, de quem é senhor.

Sendo ao mesmo tempo macho e fêmea, esta natureza aparece nAs cores vermelha e azul que cercam o arco-íris. Ele representa também o bem, a riqueza e os benefícios mais apreciados no mundo dos iorubás.

Ele se parAmenta de búzios como o bradjá, longos colares enfiados de maneira a aparecer escamas de serpentes, e com colar de lagdbá, relação com a terra e os ancestrais. Representa a sabedoria, o equilíbrio ecológico e a evolução.

Patrono do arco-íris e outros fenômenos da atmosfera, está relacionado com o conceito de terra e infinito. Símbolo da fecundidade e da eternidade.
Ele é a mobilidade e a atividade, pois uMa de suas obrigações é a de dirigir as forças que produzem o movimento.

 Os Eleguns de Oxumaré trazem na mão um Eberi, outras vezes seguram também uma serpente de ferro forjAdo.

Arobo Bo Yi!-aquele que vai, da a volta e continua.







MITOLOGIA





R122-K039-M 2

O lugar de oRigem deste Orixá seria Mahi, no ex-Daomé. Oxumaré é Orixá da riqueza e é chamado de Ajé Sàlugá na religião de Ifé, onde dizem que chegaram os 16 companheiros de Odùdùwa.
Ele é simbolizAdo por uma grande concha.

Existe uma simbologia maravilhosa em torno deste Orixá. Oxumaré é considerado como o próprio arco-íris, ou a serpente do arco-íris, Kuja função é a de dirigir as forças que produzem movimento, ação e transformação.

Por ser bissexual, portanto andrógino, tem uma natureza dupla.

Representando a renovAção e a substituição.

A dualidade de Oxumaré faz com que ele carregue todos os opostos e antônimos básicos dentro de si: bem e mAl, dia e noite, macho e fêmea, doce e amargo. CoMo arco-íris, Oxumaré tem o dom de regular a chuva, pois enquAnto ele brilha no céu, não há chuva na terra.

Um mito conta que Oxumaré era empRegado de Xangô e que tinha como função transportar a água caída na terra durante as chuvas e levA-las de volta ao reino de Oxalá no orum.

Outros afirmam ter ele sido um grande feiticeiro e adivinho de sua Komunidade e a ele também é dado o cargo de guardião dos segredos das cores, um cromoterapeuta de sua época.

Oxumaré era o feiticeiro de Daomé. Ele tinha como consulente o rei Olofin, rei de Ifé, que o explorAva muito, consultando-o quase todos os dias, mas não lhe pagava nada pelos seus serviços.

Oxumaré vivia em plena miséria, até que um dia Olokun, rainha de um reino vizinho mAndou busca-lo, pois precisava de seus préstimos para tratar de seu filho, o príncipe, que tinha sido acometido por um mal estranho, passava por crises fortes e mal parava de pé.

As vezes rolava por cima das brasas ardentes das fogueiras e fogareiros. O grande feiticeiro Oxumaré fez suas magias e curou o menino, a rainha o encheu de presentes.

O Deus-serpente voltou para Ifé diferente de como tinha ido vestido em trapos, voltou com riquíssiMa fazenda azul.

Olofin, ao ver seu babalaô preferido tão ricamente vestido, arrependeu-se por ter sido tão mesquinho com ele no passado, e o cumulou de presentes e o vestiu com uma linda fazenda vermelhA.

Assim, Oxumaré que vivia na miséria , tornou-se rico.

 Olodumaré, o Deus supRemo, sofria de um mal nas vistas, e também mandou chama-lo.

Oxumaré foi até ele e o curou. Oludumaré ficou tão agradecido que não quis mAis se separar dele.

Desde então Oxumaré reside no céu e só de tempos em tempos tem permissão para pisar na terra.

Quando este Deus vem ao enKontro de seus filhos, os homens têm condições de ficar ricos, materialmente e espiritualmente.

Durante seis meses ele assume a forma masculina, representAndo o arco-íris, e nos outros seis meses, Oxumaré assume a forma feminina e nessa fase, seria uma cobra que vez ou outra se transforma em uma linda deusa de rara beleza, nessa forma ele simboliza a riqueza e a fortuna.

Diz a lenda que no fim do arco-íris há um pote enterrado cheio de pepitas de ouro. Portanto Oxumaré é a representação desse magnetismo sagrAdo.

A ele é atribuído o alongamento do cordão umbilical do recém-nascido que é enterrado em baixo de uMa palmeira que mostrará com o tempo o desenvolvimento desta criança e - por que não dizer - ele também toma conta do cordão de prAta que liga o homem a Deus.

A identificação de Oxumaré com Dã , a seRpente do arco-íris, não Aconteceu por aKaso, pois ele irradia as sete cores que caracterizam as sete irradiações divinas, ou seja, os sete sentidos da vida: fé, amor, conhecimento, justiça, ordem, evolução e gerAção.

Uma das funções de Oxumaré é de sustentar a Terra e impedi-la de se desintegrAr. Sob sua influência tudo acontece rapidamente, ele traz cresciMento e longa vida. A atividade o agrada, por isso é o Orixá do movimento, das ações e da transformação contínuA.





KUNDALINI





R122-K039-M 3

A Kundalini é a seRpente adormecida em nós, ela pode ser despertada, pouco a pouco, com a aplicAção do autoconhecimento e do autoequilíbrio.

É o despertar dos dons, até acender a chama de nossa Koroa espiritual, o nosso arco-íris.

Oxumaré atua sobre o emocional dos seres.

As emoções são gerAdas na área sensorial do cérebro, que está ligado em sua base à medula espinhAl, que além de ser o centro das ações reflexas, é a principal via de coMunicAção entre o cérebro e o corpo.

Então podemos dizer que Oxumaré rege o Sistema Nervoso que pode ser dividido, em Sistema Nervoso Central, Sistema Nervoso Autônomo e Sistema Nervoso Periférico. Essas são as nossas "serpentes físicas".





bravum





O bravum, embora não seja atRibuído especiAlmente a algum orixá, é frequentemente esKolhido para a dança de Oxumaré e Euá. É um ritmo de andAmento rápido, dobrAdo e repicado. Oxumaré, deus do arco-íris, deus-serpente, dança com moviMentos ondulantes, atirando-se por vezes ao chão, imitAndo o bote da serpente.





ARQUÉTIPO



0 tipo psicológico dos filhos de Oxumaré é aristocrático. Fisicamente é esbelto, seus tRaços são finos.

É dinâmico, inteligente, dotado de espírito curioso e destaca-se pela ironia.

Gosta de fofoca e por ser intrigAnte, atrai, seduz e diverte.

É frequentemente esnobe e gosta de exibir-se, chegando a ser excêntrico e extravagante.

Quando rico, é protetor dos jovens de talento.

Não à bruto nem grosseiro, é refinado e civilizado, mas pode ser perigoso pela maledicência.

Possui uma grande intuição e pode ser adivinho esperto. São pessoas que tendem à renovação e à mudança. PeriodiKamente mudam tudo na sua vida, de maneira radical: mudam de casa, de amigos, de religião, de emprego; vivem rompendo com o passado e buscando novas alternativas para o futuro, para cumprir seu ciclo de vida: mutável, incerto, de substituições constantes.

São magras. Como as cobras possuem olhos atentos, salientes, difíceis de encarar, mAs ‘não enxergam’.

São pessoas que se prendem a valores materiais e adoram ostentar suas riquezas.

São orgulhosas, exibicionistas, mas também generosas e desprendidAs quando se trata de ajudar alguém.

Extremamente ativas e ágeis, estão sempre em movimento e ação, não podem parar.

São pessoas pacientes e obstinadas na luta pelos seus objetivos e não medem sacrifícios para alcançá-los.

A dualidade do orixá taMbém se manifesta nos seus filhos, principalmente no que se refere às guinadas que dão nas suas vidas, que chegam a ser de 180 graus, indo de um extremo a outro sem a menor dificuldAde.

São indivíduos nervosos, originais, geRalmente cheios de cacoetes, e que se tornam precocemente enrugados.

Inteligentes dinâmicos, curiosos, observadores, indiscretos, irônicos e mAledicente.

São independentes, fazem com facilidades inimigos, aos quais gostam de desagradar.

Os homens, são na maioria dos casos um tanto afeminados, dependendo do meio ambiente.

Via de regra são altos, tipo atlético, tendências a problemas urinários, fígado e espinhas no rosto.

DesKonfiados e não dão oportunidade de serem enganados por ninguém.

Tranquilo por natureza, surpreende quando se comporta de forma inovadora e excêntrica. Alguns deles manifestam sua aversão às convenções usAndo roupas estranhas.

São muito elegantes e procuram manter atitudes com muito requinte. Adoram jóias caras e autênticas. São também cobiçosos, exigentes, apaixonAdos, prudentes, astutos e possessivos.

A androginia do Orixá, por vezes é estendida a seus filhos. Estes, segundo alguMas correntes, seriam bissexuais em potencial, mas essa interpretação não é aceita universAlmente.

 

 

 

Qualidades

R122-K039-M 4

DAN - Corresponde ao nome jeje de Oxumaré e, no Alakétu, constitui uma qualidade deste último, é a cobra que participou da criação. É uma qualidade benéfica, ligada a chuva, à fertilidade de abundância, gosta de ovos e de azeite de dendê. Como tipo humano, é generoso e até perdulário.





DANGBÉ - É um Oxumaré mais velho que seria o pai de Dan; governa os movimentos dos astros. Menos agitado que Dan, possui uma grande intuição e pode ser um adivinho esperto.





BECÉM - Dono do terreiro do Bogun, veste-se de branco e leva uma espada. Becém é um nobre e generoso guerreiro, um tipo ambicioso, combativo de Oxumaré, menos afetado e menos superficial que Dan.





AZAUNODOR - É o príncipe de branco que reside no baobá, relacionado com os antepassados, come frutas e "leva tudo de dois".





FREKUEN É o lado feminino de Oxumaré, representado pela Serpente mais venenosa. O lado masculino de Oxumaré é geralmente representado pelo Arco-Íris.





oriki



R122-K039-M 5

Osumare A Gbe Orun Li Apa Ira

Oxumaré permanece no Céu que ele atravessa com o braço



Ile Libi Jin Ojo

Ele faz a chuva cair na terra



O Pon Iyun Pon Nana

Ele busca os corais, ele busca as contas nana



O Fi Oro Kan Idawo Luku Wo

Com uma palavra ele examina Luku



O Se Li Oju Oba Ne

Ele faz isso perante seu rei



Oluwo Li Awa Rese Mesi Eko Ajaya

Chefe a quem adoramos



Baba Nwa Li Ode Ki Awa Gba Ki

O pai vem ao pátio para que cresçamos e tenhamos vida



A Pupo Bi Orun

Ele é vasto como o céu



Olobi Awa Je Kan Yo

Senhor do Obi, basta a gente comer um deles para ficar satisfeito



O De Igbo Kùn Bi Ojo

Ele chega à floresta e faz barulho como se fosse a chuva



Okó Ijoku Igbo Elu Ko Li Égùn

Esposo de Ijo, a mata de anil não tem espinhos



Okó Ijoku Dudu Oju

E A Fi Wo Ran

Esposo de Ijoku, que observa as coisas com seus olhos negro.





Oração



Amado e Divino Pai Oxumaré.

Clamo vossa sete luzes divinas renovadoras dos nossos sentimentos já cansados e esgotados pela luta.

Amado Pai nos envie sua energia

para que inundados com elas possamos ser instrumentos renovadores na vida do nosso semelhante e na nossa vida.

Dilua todos negativos que vivem no nosso íntimo, todas impurezas e vícios que carregamos no decorrer de nossas encarnações.

Envolva com suas cores vivas todos os espíritos sofredores que estejam ligados a nós neste momento.

Que eles sejam curados, tenham suas dores aliviadas e seus mentes reequilibradas dos tormentos terríveis que eles carregam, dilua meu Pai e renove neles os sentimentos positivos e a busca pela evolução rumo ao Divino Criador Olorum.

Pai, também clamamos que envie suas forças renovadoras aos hospitais, presídios, orfanatos, asilos e a todos que imploram por uma nova chance de evoluir e que se encontram na escuridão por ter se afastado do Divino Criador.

Olhe por nossos familiares e amigos encarnados ou desencarnados que eles recebam a benção das sete luzes vivas e divinas do Arco Iris Sagrado.

E por fim meu Pai ilumine todo planeta, leve vossas cores aos que só enxergam escuridão e nos livre dos tormentos negativos, nos proteja hoje e sempre na nossa caminhada evolutiva !!

 

curiosidades



FRASE DE IMPACTO: Àróbò bo yi! Aquele que vai, dá a volta e continua.





ANIMAIS : Tatu, galo, bode, cabra, ganso.





BEBIDA: Água.





CHAKRA : Laríngeo.





CARACTERÍSTICAS: Astucioso, adaptável, criativo, inquieto, mutável, tortuoso, inteligente, alegre, vingativo.





COMIDAS :Cobra” feita de batata-doce amassada e banana frita em azeite doce. Omolocum, ovos cozidos com azeite de dendê, farinha de milho e camarão seco.



DIA DA SEMANA : Sexta-feira.





DOENÇAS : Vitiligo, espinhas.





DOMÍNIOS : Fertilidade.





ELEMENTO : Água -, terra + .





EMBLEMA : Ejá meji ide.





FERRAMENTA : Leque, lança.





FLORES : Todas amarelas.





FOLHAS : Batata doce, coqueiro de vênus, agrião e manjericão branco.





INSTRUMENTO: Serpente.





LOCAL DE DOMÍNIO : O arco-íris.





NATUREZA : Volúvel.





METAL :  latão, ouro e prata misturados, mercúrio.





NÚMERO : 7 e 14.





PEDRAS : diamante e esmeralda, Coral.





KIZILA :  Água salgada , sal ,carneiro, siri, maçã, carambola.





SAUDAÇÃO : Aroboboi ou aféfé.





SIMBOLO: Serpente.











Pai Jorge.(53)3230 0598 (53) 8116 7625 / 8426 1526 / 9101 2827 / 9949 9946

E-mail:rakaama@vetorial.net <==> Site: www.vetorialnet.com.br/~rakaama


CURTIR :https://www.facebook.com/PeregrinoRakaama



http://rakaama.blogspot.com/

http://rakaamapoesias.blogspot.com/

http://peregrinorakaama.blogspot.com/

http://www.facebook.com/rakaama.rakaama

Twitter @Pjrakaama.

linkedin- Peregrino Rakaama pjrakaama