orixá

 

Pai Jorge.(53)3230 0598 (53) 8116 7625 / 9101 2827 / 9949 9946

E-mail:rakaama@vetorial.net <==> Site: www.vetorialnet.com.br/~rakaama

CURTIR :https://www.facebook.com/PeregrinoRakaama

http://rakaama.blogspot.com/

http://rakaamapoesias.blogspot.com/

http://peregrinorakaama.blogspot.com/

http://www.facebook.com/rakaama.rakaama

Twitter @Pjrakaama.

linkedin- Peregrino Rakaama pjrakaama

 



Ebós

Lendas

 

 



O R I X Á   o b à

 


R127-K-16-M-1

Obá tem um caráter apaixonado, iRascível e corajoso, não teme nada nem ninguém.

Gosta de brigar.

Nada mAis natural que ela aprecie a cor vermelha.

Obá se veste como os demais orixás de energia negativa ativa, ou seja, feminina velha, apreciando tecido simples encorpado, sem brilho.

As ferramentas de Obá são sempre feitas de cobre.

Obá senhora da guerra, amazona destemida, uma sábia e justa feiticeira.

Xangô desdenha Obá porque ela é idosa e sem atrativos, mas morre de medo dela, do poder enorme que ela tem.

Obá desKonhece o medo e não existe empecilhos que a desviem de suas finalidades.

Ela é prática, objetiva, poderosa, leal e corretíssima.

Todo aquele que tenhA uma questão em fase de apelação, isto é, se tiver perdido e necessitar recorrer para instância superior, deverá pedir ajuda a Obá.

Mas existe um importante lembrete:

ELA SÓ AJUDA OS INJUSTIÇADOS.

É considerada a padroeira dos advogados.

Quem quiser incidir na ira cega de Obá, de um falso testemunho.

Ajuda a encontrar objetos perdidos, e toma sob sua proteção toda esposa que tiver sido traída pelo mArido.

Obá tem muito ciúme e raiva de Oxum, a ninfa das cascatas, e ódio mortal da relação que Xangô mantém com a charMosa senhora dos rios, ribeirões e lagos límpidos.

A esperta Oxum foi junto com Iansã a causadora do aleijão de Obá, quando ludibriada perdeu a orelha esquerdA.


Pela tRadição nos terreiros, não se pode deixar dançar perto uma da outra.

O fenômeno da pororoca, o encontro da maré com as águas do rio, que não se misturam e formam em vagalhão de muitos metros de altura, é atribuída à contenda que Obá mantém eternAmente com Oxum.

A enorme onda provoca um barulho belicoso.

Obá gosta de receber seus axés no encontro das águas do rio com o mar.

Ela gosta de viver na pororoKa, como não é fácil servir neste local, ela aceita receber as oferendas na beira de ribeirões límpidos, que tenham bastantes seixos cujas águas emitam sons.

Obá também gosta de receber seus axés em pedreiras.

A pedreira é local predileto de Xangô e quem quiser cair nas graças de Obá, deve também fazer oferecimento na mesma ocasião que servir ela oferecer para ele amalá.

Obá tem fortes ligAções com os elementos do ar, dado a sua liderança junto ás entidades espirituais femininas que andam nos ares.

É ligada a terra porque se esconde nas florestas e ao fogo, fortemente relacionada com coisAs de magia, especialidade de Obá.

Obá é uma feiticeira implacável, poderosíssima, de vontade férrea e determinada, uma amazona justa e coMbativa, apaixonada, com ciúmes da preferência que Xangô demonstra pela compAnhia de outras.

 

Para Obá, Oiá não tem juízo e a odiosa Oxum é a mais frívola das rainhas.

Obá é uma iabá velha, feiticeira podeRosa, líder da confraria de mulheres guerreiras -a sociedade elecô - Por isso dominA todos os elementos.

É com personalidade tenaz, solucionadora e desembaraçadora das causas impossíveis.

Orixá feminino do Adô.

A mais forte, destemida e dotada de um temperamento apaixonado e irascível.

Pode-se dizer que seja a iabá de gênio mais difícil, tem o poder de se disfarçar e, de aKordo com o humor do momento, ou assume a aparência de uma mulher idosa rAnzinza e implacável, ou o aspecto de uma amazona guerreira, destemida e belicosA.

Obá não é neM um pouco vaidosa, não liga para a própria apArência.


 

Por motivo que a lenda esclaRece, não possui uma orelha, por ter oferecido como comida especial à Xangô, que foi uma peça que Oxum lhe pregou.

Rainha guerreira e justiceira.

Das esposas de Xangô, a mais sofrida por ser rejeitada por ele.

Seus domínios são as corredeiras, águas revoltas.

Na personAlidade representa as emoções reprimidas e insatisfeitas, o sofrimento que dá a sensibilidade para sintonizar como as vítimas da injustiça.

Obá é a que mais traz atributos de Odudua e de Odu.

Introspectiva, gosta de solidão, não é sociável e fala pouco.

Generosa. mas não é dada a folguedos, não aceita pedido de desKulpas.

Amarga, em virtude do desprezo do marido bonito, charmoso e egoísta.

Obá desdenha a juventude e a vaidade de Oiá, que é leve enquanto Obá é pesada e desajeitada.

Oiá é guerreira pela causa enquanto Obá luta pela guerra.

Para ela a guerra existe como controle da natalidade, limite da vida, da própria ecologia.

Obá é a própria guerra.

Obá não é esposa de Odé conforme pensam alguns, mas companheira de aventuras do senhor da caça, em cuja compAnhia costuma sair para caçar.

Obá dança em certas ocasiões como se utilizasse o arco-e-flecha.

Obá tem traços de personalidade parecidos com os de Euá, senhora das possibilidades, do segredo.

Obá é padroeira das famílias, das viúvas, das mulheres infelizes no casamento e de toda e qualquer esposa traída pelo marido infiel.

AmAnte da solidão e do silêncio.

É de difícil reconciliação. Caçadora e protetora da caça e dos animais da floresta.

Padroeira das amazonas.

Obá adora orobôs, também falando através deles.

É a mulher desprezada e ridicularizada, muito mais poderosa que o marido em questão de feitiçaria, mas que se deixa desprezar por paixão, para escarnio das demais iabás.

Obá se aproxima de Nanã, pois Obá adora a guerra e Nanã a morte, e guerra e morte andam de mãos dadas.

Obá não é boa cozinheira para coMidas de sal, mas não tem igual nas iguarias doces.

Não gostava de cantar.

Não gostava de dançar.

Não gostava de cozinhar.

Não tinha vaidade e só se vestia com suas roupas de montaria e cheirAva a estrebaria.


Obá era a melhor guerReira do reino.

Guerreava por puro prazer de guerrear, quando queria.

Ela era uma grande feiticeira, muito poderosa, o que fAzia com que Xangô tivesse medo dela, desdenhando ela só pelas costas, mas não se atrevia a enfrenta-la.

Obá, é homenageada como padroeira das sociedades secretas das mulheres.

Obá é menos dotada fisiKamente, distante da belezA.

Os filhos e filhAs desta grande orixá carregam muito dos seus traços.

Seu axé de balança é CoMposta de 14 ou 07 pessoAs, homens e mulheres.

 


 

ARQUÉTIPO


 

São pessoas valoRosas; incompreendidas.

Suas tendências, um pouco viris, fazem-na frequentemente voltarem-se para o feminismo ativo.

As suas atividades militantes e agressivas são conseqüências de experiências infelizes ou amargas por elas vividas.

Os seus insucessos devem-se a um ciúme um tanto mórbido, entretanto, encontra compensações para as frustrações e sofrimentos em sucessos mAteriais.

As pessoas pertencentes a esse Orixá são lutadoras, bravas, um tanto agressivas o que as levam a serem pouco compreendida.

Frequentemente tendem a ter experiências conjugais infelizes e amargas.

São ciumentas, pois são muito zelosas com tudo que lhe pertencem.

Pessoas inteligentes e destemidas, bravas, generosas, briguentas para não dizer rabugenta, e com forte tendência ao sentimento de inferioridade, que proKuram esconder á 7 chaves.

Às vezes se tornam implicantes e amargas.

Não existem melhores amigas que as filhas ou filhos deste orixá.

Pois são capazes de matarem ou morrerem pelas amizades, ou pelo seu amor, que estão acima da família sanguínea.

São muito ciumentas de suas relações de amizade, que não repArtem com ninguém.

As filhas de Obá não são frívolas. Elas se vestem com esmero, preferindo os padrões clássicos de moda.

São conservadoras, dificilmente trocam médicos, dentistas, etc..., em geral não gostam de cores berrantes e tecidos estampados.

Apoiam o uso das saias bem talhadas, não gostam de perfumes adoçados, preferem perfumes secos e suAves.

Gostam de joias de boa qualidade e discretas, correntes de ouro que costumam usar por baixo da blusa.

Tendência a sofrer de insônia, má digestão, enjoos, problemas auditivos.

Às vezes agressivas e ferinas, não falam alto, nem gostam de dizer palavras de baixo calão.

São intuitivas dotadas de excelente visão e sensibilidade que não gostam que transpareça, e são um tanto sovinas e egoístas quanto aos seus trajes e pertences.

São excelentes advogados, policiais, guias e professores.

São carentes e necessitam de valorização.

São muito trabalhadores, as vezes explorados.

Com tendência ao masoquismo.

Não suportam coMpetição, porque detestam perder.

São muitas vezes rancorosos e vingativos, não esquecendo nunca uma traição ou ofensa de jeito algum e esperam 21 anos se for necessário pAra dar o troco, ou uma resposta.


São dotados de um gRande e profundo senso de justiça, como poucos.

ParA os filhos deste orixá não se aKonselha ter armAs em sua residência.

AfinidAdes com Mulheres de Oxalá, Oxaguian, Iemanjá, Nanã e Oxumaré.

AfinA-se melhor com homens de Oxalá, Oxumaré, Bará, Xangô, Ibeji, Irokô.

 


Títulos

1) Obá Gideo

2) Obá Rewá

3) Obá Syio;

4) Obá Lodé;

5) Obá Loke;

6) Obá Terà;

7) Obá Lomyin .

 


 

ORIKIS

 

Orikis ou itãs (Itans) são orações faladas e não cantadas. Ori (Cabeça) (Saudação).... São formas poéticas de agradar e reconhecer a potencialidade do orixá conforme sua essência.

 

 

O, Obà, Obà.
Obá, Obá, Obá.
Ojòwú Òrìsà,

Orixá ciumento,
Eketà aya Sàngó.
terceira esposa de Xangô.
O torí owú,
Ela, que por ciumes,
O kolà gbogbo ara.
fez incisões em todo corpo.
Olókìkí oko.

Que fala muito de seu marido,
A rìn lógànjó pèlú àwon ayé.
que anda nas madrugadas com as ayé.
Obà anísùru, ají jewure.

Obá paciente, que come cabrito logo pela manhã.
Obà b'óko kòso,

Obá não foi com o marido a Koso,
O dúró, ó Òsun rojó obe.
ficou para discutir com Oxum sobre comida.
Obà fiyì fún apá oko .

Obá valoriza os braços do marido,
Oní ó wun òun ju gbogbo ará yókù lo.

diz que é a parte de seu corpo que ela prefere.
Obà mo ohùn dára.

Obá sabe o que é bom.





 

ANIMAIS: Cabra mocha, angolista, galinha cinza ou telha, pombos.

 

BEBIDA : Champanhe

 

COMIDA: Abará, acarajé bicudo, e amalá, quiabo picado, canjica cozida, e coco.

 

COR : vermelho com amarelo.

 

DATA: 30 de maio, 25 De novembro.

 

DIA : quarta-feira.

 

DOENÇAS : ouvido, surdez, obesidade, depressão .

 

DOMÍNIOS : Amor e Sucesso Profissional.

 

ELEMENTO : água - ,fogo +.

 

ERVA : manjericão.

 

FERRAMENTAS: navalha, timão, roda, moedas e búzios espada curta, orelha.

 

 

FRUTA :Abacaxi ,Uva rosa ,ameixa preta.

 

METAL: Cobre.

 

NÚMERO : 7 e 8.

 

PARTES DO CORPO: audição, orelha e junto com Ewá, protege o consciente.

 

PONTOS DA NATUREZA : rios, águas revoltas, pororoca

 

PEDRAS : coral, esmeralda, marfim e olho de leopardo

 

SAUDAÇÃO : Ocherê! ...Tossí, saniá,dei...

 

SÍMBOLOS: ofangi e um escudo de cobre.

 

QUIZILAS: peixe de água doce e sopa.

 


prece


Santa Catarina.

Minha Santa CataRina, que sois benta como sol, formosA como a lua e linda como as estrelas entrastes na Kasa do Padre Santuário com 50.000 homens, ouvistes todos 50.000. Vós os acalmastes, assim peço-vos, senhora, que abrandeis o coração de ( ) para mim.

(_________), quando tu me vires esmerareis por mim, se não me vires, por mim chorareis e suspirAreis assim como a virgem Santíssima chorou por seu bendito filho.

(________), debaixo de meu pé esquerdo eu te arremato seja com duas, seja com quatro, que parto teu coração (__________) se estiveres dormindo acordArás, se estiveres conversando não sossegaras, enquanto coMigo não vieres falar, contares o que souberes e dar-me o que eu quero, e me amArás entre todas as criaturas do mundo.

 

 


Pai Jorge.(53)3230 0598 (53) 8116 7625 / 9101 2827 / 9949 9946

E-mail:rakaama@vetorial.net <==> Site: www.vetorialnet.com.br/~rakaama

CURTIR :https://www.facebook.com/PeregrinoRakaama

http://rakaama.blogspot.com/

http://rakaamapoesias.blogspot.com/

http://peregrinorakaama.blogspot.com/

http://www.facebook.com/rakaama.rakaama

Twitter @Pjrakaama.

linkedin- Peregrino Rakaama pjrakaama